Mundo

Anvisa determina o recolhimento de lote de maionese da marca Fugini

De acordo com a Anvisa, a medida foi adotada em razão do uso de matéria-prima vencida na fabricação da maionese; empresa diz que providencia recall

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de todas as apresentações da maionese da marca Fugini, com vencimento em janeiro, fevereiro ou março de 2024.

A resolução publicada nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial da União (DOU) é específica para lotes produzidos na fábrica de Monte Alto, interior de São Paulo, no período de 20/12/2022 a 21/3/2023. A proibição vale também para todos os lotes que irão vencer em dezembro de 2023, com numeração iniciada por 354.

De acordo com a Anvisa, a medida foi adotada em razão do uso de matéria-prima vencida na fabricação da maionese. Conforme o Código de Defesa do Consumidor, alimentos vencidos, incluindo suas matérias-primas, são considerados impróprios para o consumo, e a sua exposição à venda ou ao consumo é considerada infração sanitária.

“Assim, o recolhimento dos alimentos visa retirar do mercado produtos que representem risco ou agravo à saúde do consumidor. Estabelecimentos comerciais e consumidores que tiverem os lotes da maionese citados na resolução não devem utilizá-los e devem entrar em contato imediato com a empresa Fugini Alimentos Ltda., que deverá realizar seu recolhimento”, diz a Anvisa em nota.

A Fugini informou em nota que providencia um recall e que um ingrediente que representa 0,003% do produto estava fora da data de validade: “Por um erro operacional, esse lote de produtos foi fabricado com adição do ingrediente urucum (agente natural para dar cor ao produto) que representa 0,003% da formulação que estava fora da sua data de validade”.

Suspensão
Anvisa suspendeu, de forma preventiva, a fabricação, a comercialização, a distribuição e o uso de todos os alimentos da marca Fugini produzidos na fábrica.

Os principais alimentos fabricados pela empresa são molhos de tomate, conservas vegetais e outros molhos, como maioneses e mostardas.

Segundo a Anvisa, a medida foi adotada após a realização de uma inspeção sanitária conjunta pela agência em parceria com o Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo e pela Vigilância Sanitária municipal de Monte Alto.

Na ação, foram identificadas falhas graves de boas práticas de fabricação relacionadas à higiene, controle de qualidade e segurança das matérias-primas, controle de pragas e rastreabilidade, entre outras. De acordo com a Anvisa, as falhas podem impactar a qualidade e a segurança do produto final.

A Anvisa informa que os processos de fabricação poderão ser retomados assim que a empresa adequar a produção às boas práticas de fabricação – entenda o termo abaixo.

Em nota, a Fugini afirmou que que não há nenhum lote com recall e a comercialização e consumo dos produtos seguem normalmente, nos pontos de vendas do varejo e que os produtos comercializados são seguros (veja a íntegra abaixo).

O que são as boas práticas de fabricação
As boas práticas de fabricação são um conjunto de procedimentos a serem seguidos por empresas fabricantes de alimentos, necessárias para garantir a qualidade sanitária desses produtos.

Elas englobam uma série de regras relacionadas à fabricação de um alimento e abrangem desde as condições físicas e higiênico-sanitárias das instalações até o controle de qualidade das matérias-primas e do produto final.

Incluem também questões como saúde e capacitação dos trabalhadores, controle de pragas, armazenamento, transporte e documentação, entre outras.

Veja a nota da Fugini na íntegra:
A Fugini Alimentos é uma empresa inov

adora e referência no setor de Alimentos, com 25 anos de atuação no mercado nacional e internacional, por vários anos seguidos tem recebido do mercado o reconhecimento de Marca de Molho de Tomate nº 1 do Brasil e Marca de Vegetais nº 2 do Brasil e emprega diretamente em suas fábricas, área comercial, trade marketing e inteligência em todo Brasil aproximadamente 6.000 colaboradores diretos e indiretos.

Sempre transparente, vem a público informar que passou por um processo de auditoria em sua planta de Monte Alto que gerou uma ordem para alteração de alguns processos e procedimentos.

Mesmo não concordando com algumas alterações determinadas, respeitamos e, rapidamente, alteramos os pontos indicados.

Constantemente recebemos auditorias de agentes fiscalizadores e, como em toda auditoria, sempre há algo a melhorar. Sempre nos adaptamos e respeitamos as solicitações.

Estamos direcionando toda nossa energia para recuperar o tempo perdido e adaptar nossa fábrica às exigências do órgão fiscalizador.

Reiteramos que toda nossa linha de produtos segue sendo comercializada normalmente nos pontos de varejo, com a qualidade de sempre.

Comunicamos ainda que estamos realizando um recall somente da linha maioneses, conforme explicado abaixo:

Estamos providenciando um RECALL do produto maionese com marca FUGINI produzida na planta de Monte Alto/SP no período de 20/12/2022 a 21/03/2023, ou seja, cujo prazo de validade seja dezembro de 2023, com número de lote iniciando-se a partir do número 354, e qualquer lote com prazo de validade em janeiro, fevereiro ou março de 2024.

Por um erro operacional, esse lote de produtos foi fabricado com adição do ingrediente urucum (agente natural para dar cor ao produto) que representa 0,003% da formulação que estava fora da sua data de validade.

Sempre cumprimos com todas as nossas obrigações sociais, legais, trabalhistas, fiscais e tributárias, nos posicionado como uma locomotiva do desenvolvimento do Agronegócio do Brasil e principalmente dos estados de São Paulo e Goiás, e assim pretendemos seguir.

Ocupamos hoje a posição 248 no ranking do agronegócio brasileiro divulgada pela revista Globo Rural.

Contamos com a compreensão e o apoio de todos nossos amigos, consumidores, fornecedores, produtores rurais e sociedade em geral que em todos esses anos, nos acompanharam e estiveram juntos conosco.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo